História

No século XV, em plena descoberta do Brasil, o lugar era habitado pelos índios Caetés, onde predominou o tráfico do pau-brasil. Daí em diante, até o final do século XVI, o lugar foi abandonado porque os índios não deixavam sair madeira nem açúcar do lugar, mas retornou no século XVIII com o desembarque clandestino de escravos.

Antigamente, Porto de Galinhas era chamada Porto Rico, devido à extração de Pau Brasil. Quando os escravos chegavam para serem vendidos, contrabandeados, vinham escondidos embaixo de engradados de galinhas d’angola. A chegada dos escravos na beira mar era anunciada pela senha “Tem galinha nova no Porto!”. Por causa disso, Porto Rico ficou conhecida como Porto das “galinhas”. Daí surgiu o nome Porto de Galinhas.

A praia mais badalada de Pernambuco é também um dos destinos turísticos mais conhecidos no Brasil e no exterior. Porto de Galinhas, o balneário do litoral sul pernambucano que foi elevado à constelação de praias famosas ao lado de Búzios (RJ), Maresias (SP), Joaquina (SC), e Pipa (RN) começou sua jornada ao sucesso no ano de 1980, com a abertura do loteamento Recanto Porto de Galinhas.

Na época, os proprietários da Fazenda Merepe abriram, literalmente, as porteiras que separavam o distrito de Nossa do Ó ao balneário. Para chegar até a praia de Porto de Galinhas, era preciso atravessar a fazenda da família de Armando Brito, onde havia, realmente, duas porteiras delimitando a propriedade.

Search


Hospedagem / Accommodation
Translado / Transfer
Passeios / Tours

Follow Us